quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

Poesia


Um pouco de poesia

Dores
De amores
Dói,
Dói demais
Dói na alma 
Dissabores
 
Dias
De tristezas
Doenças da mente
Delírios
Desejos proibidos
Devaneios
 
De todas loucuras
De todos os jeitos
Doces aventuras
Difícil é descrever um amor
Diabolicamente perturbado
Doente como o fim de uma flor 

terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

O Meu Lado Poeta


Meu lado poeta e compositor... Letrista.
Não sei fazer melodias. E nem sei como faz para registrar.
Alguém para uma parceria?

Sertanejo,
Sou do mato
Sou do campo
Orgulho da minha terra
Do meu canto
Minha vida é toda aqui
 
Não troco por nada
Sou feliz com tão pouco
Viola, namorada e leitinho da vaca
Aqui tudo é simples
Não tem segredo não
A lua é mais bonita
Não tem poluição
 
Sou feliz
E sei muito bem disso
Aqui não tem pose
Ninguém é mais do que ninguém
O banho é na lagoa
A cama é na palha
E quem protege o corpo?
Nossa Senhora que nunca falha
 
Terra vermelha
Poeira da estrada 
Meu eterno destino
Na lenha do fogão
Na água quente do café
Viva o interior
Lugar do povo de fé

quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

José Calil

José Calil
Comentarista da rádio Transamérica.
Gosto dele (nem sempre concordo).
A discussão outro dia era o Santos contratar ou não o Robinho.
Minha opinião. Se a justiça deixa, tem que contratar mesmo (já foi para outro time). Nada demais. Bobo do time que não tem um Robinho em seu elenco.
Pelo que eu ouvi, o José Calil pensa igual. E citou isso.
Aí, aquela turminha do mimimi (chatos de plantão) encheu o saco.
O comentarista citou que desvio de verba é mais grave do que um caso de estupro (que ele também lamenta).
Opinião dele. O Calil acha o que bem entender. Ninguém tem nada com isso. Mas mesmo assim alguns bobos inventaram que o apresentador é a favor do estupro. Nada a ver.
A emissora soltou até nota oficial para explicar o óbvio (que repudia estupro). Não precisava. E depois disso, o bom Calil sumiu. Não apareceu em nenhum programa.
Espero que não seja uma suspensão para agradar o mimimi e o politicamente correto.

domingo, 4 de fevereiro de 2018

Inferno (metrô)

Não tenho nada contra o Carnaval. Mas também não tenho nada a favor.
Sábado (03-02) precisei usar o metrô. Dia de blocos carnavalescos. Conheci o inferno.
Peguei o metrô na estação Vila Prudente. Meu destino era estação Consolação.
Nenhum segurança nos vagões. E cada estação enchendo mais e mais. Muita bagunça, muita bebida alcoólica, muitos bêbados (homens e mulheres), gente seminua e vandalismo. Cada estação com mais e mais pessoas e problemas. Muito tempo parado em cada estação. Alguns seguranças nas plataformas, mas nenhum no vagão.
Depois de muito tempo consegui desembarcar na Consolação. Uma multidão. Muita gente mesmo. E a informação que circulava era que a linha amarela (meu destino) tinha fechado. Todos voltavam em minha direção. Vi pessoas passando mal, gente caindo. Mesmo assim segui em frente e tentei ir para estação Paulista (amarela). Eram apenas três pessoas, uma senhora, um senhor de cadeira de rodas e eu. Consegui chegar ao meu destino fazendo algo que eu não gosto. De uma rampa eu pulei para outra. Passei por cima mesmo.
Na linha amarela (com os mesmos problemas) embarquei. Só tive paz e sossego na estação Pinheiros. Cheguei super atrasado ao trabalho. Não, eu não ia pular carnaval.
No domingo (04-02) precisei de novo de metrô para ir trabalhar. De novo com bêbados e muita bagunça nos vagões. Agora com menos pessoas. O pior aconteceu na volta.
Um sujeito bêbado e com cerveja na mão derrubou uma muleta no trilho da estação Consolação. Nenhum segurança apareceu e o trem passou por cima. Um terrível acidente poderia ter acontecido.

 
 

sexta-feira, 2 de fevereiro de 2018

Faz Tempo


Torcedor do Nacional do Uruguai imitou avião caindo em jogo contra a Chapecoense. O que eu acho disso? Tonto. E qual a punição que deveria acontecer? Nenhuma. Segue o jogo. Pouco ligo para asneira de torcida. E o clube não tem nada a ver com isso.
*****
São Paulino continua achando que com cinco jogos o time vai virar o novo Barcelona. Meu Deus!
*****
E torcedor muitas vezes é tonto. E muito por culpa da imprensa que vive falando bobagens e criando “monstros”.
*****
A empolgação do Palmeirense é algo invejável. Vamos aguardar!
*****
E aquele papo chato de novo... Treinador tem total direito de fechar ou abrir quantos treinos quiser. E só não pode assessor ficar defendendo jogador de futebol (porque jornalista fala que o sujeito é ruim).
*****
Você sabia que tem tonto que não gosta de um (ótimo) restaurante chamar “Senzala”. HAHAHAHAHAHAHAHAHA
*****
Esse politicamente correto...
*****
Você se ofende fácil? Eu não.

sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

Previsões para 2018

"Pai Painho da Mainha"
Previsões para o futebol e o jornalismo esportivo em 2018
*Um diretor do São Paulo vai pedir demissão dizendo que não conseguiu realizar o seu trabalho como queria.
*Santistas vão discutir se o Peixe deve ou não jogar no Pacaembu.
*Palmeirenses vão dizer que o técnico não tem o tamanho do clube.
*Vai ter briga entre os jornalistas esportivos para saber quem deu o “furo” primeiro.
*Mais para o final do ano vai ter debate sobre “Mala Branca”.
*Um jogador vai atuar mal e alguém vai citar que a culpa é do seu visual (principalmente o cabelo).
*Torcedores de vários clubes vão dizer que o Corinthians só ganha roubado.
*Corintianos vão dizer que são perseguidos e que todo mundo é contra o Timão.
*Um jogador desacreditado vai atuar no Grêmio e vai se dar bem.
*Torcedores do Flamengo vão achar que o seu jogador é um injustiçado por não estar na seleção brasileira.
*Depois de um grande jogo de “mata mata”, vão reclamar do “pontos corridos”.
*Depois de um fraco “mata mata”, ninguém vai falar mal do “pontos corridos”.
*Torcida do Santos vai xingar e reclamar da TV Globo.
*Alguém vai dizer que é tudo culpa da imprensa.
*Um dirigente vai dizer que o Adriano Imperador ainda tem jeito e pode jogar.
*O Santos vai mostrar interesse em Robinho.
*O Corinthians vai mostrar interesse em Tevez.
*Alguém ligado ao Corinthians vai anunciar que em quinze dias o clube vai ter “naming rights”.
*São Paulinos vão encher o Morumbi e o time vai decepcionar em campo.
****
O "Pai Painho da Mainha" não erra nunca.
*E a principal previsão é que vão usar a palavra "polêmica" para tudo.

quinta-feira, 21 de dezembro de 2017

Amigo Secreto do Futebol


E mais um quadro de humor foi escrito. Não fique chateado e nem se ofenda. É apenas humor.

“Amigo Secreto do Futebol”

Renato Gaúcho

Eu preferia ter tirado uma mulher, mas... Meu “amigo secreto” é o Felipão. Meu presente são estes livros, eu não preciso mais estudar. Já o Felipão...

Felipão

Queria desejar bom natal, tchê! Mas aqui não tem essa de Papai Noel. É nós contra ele. Meu “amigo secreto” não é o Juquinha, nem o Zezinho. Para falar a verdade está mais para “inimigo secreto”. É o Tite.O meu presente é um CD comigo cantando músicas natalinas.

Tite

Fala muito! Fala muito! E canta nada! E eu? Vou falar para tu, aqui o Papai Noel é pau dentro. E vou dizer que mergulhei fundo nesse “amigo secreto”. Estudei tudo sobre quem eu tirei. E quando eu digo que estudei, pode ter certeza que é verdade. Meu amigo secreto é o Leco. E eu trouxe um presente? Sim. Ele vai gostar? Não sei. O presente é um par de sandálias da humildade.

Leco

Agradeço ao caro Tite. E queria dizer algumas palavras antes de anunciar o meu “amigo secreto”. Com toda minha grandeza e superioridade, eu digo que não uso sandálias. Nem para matar baratas. E o meu presente não é uma lembrancinha. O meu “amigo secreto” é o Marco Polo Del Nero. E como ele não pode viajar, trouxe de presente um relógio suíço.

Marco Polo Del Nero

Vou ser curto e grosso. Vou direto ao assunto. Meu “amigo secreto” é o Neymar. E meu presente são estas malas de viagem lindas. São praticamente novas.

Neymar

O (riso e choro, riso e choro, riso e choro)... Meu “amigo secreto” é o parça Casagrande. O presente é uma calculadora (riso e choro, riso e choro).

Casagrande

Pena que eu ganhei só agora essa calculadora. Fui comprar o presente e acabei me atrapalhando nas contas. Meu “amigo secreto” é o Maurício Galiotte. O meu presente é um livro sobre o filosofo Sócrates. O cara era craque na matemática.

Maurício Galiotte

Antes de tudo, quero dizer que não aceito mais piadas com o mundial do Palmeiras. O meu “amigo secreto” é o Muricy. Meu presente é uma garrafa de 51. Bebida conhecida no mundo todo. 51? Mundo todo? Acho que falei demais.

Muricy

Bebida só depois do trabalho, meu filho! E conversinha de bêbado é bem mala. Apareceu bêbado na minha frente e eu saio “dibrando”. E esse negócio de “amigo secreto” é muito chato. Meu “amigo secreto” é o Andrés Sanchez. O presente é uma apostila que ensina todos os plurais.

Andrés Sanchez

Acho lamentável eu ser o último. Mas os “último” são os “primeiro”. E “nóis” do “Curintia” já “tamo” acostumado com sofrimento. E como todo mundo já sabe, o meu “amigo secreto” é o Renato Gaúcho. Meu presente é uma almofadinha para ele esperar sentado a queda do timão.

domingo, 3 de dezembro de 2017

Nasceu Coralina (Filha da prima)

Cora
Corada
Coralina
O seu nome rima com menina
Beleza 
Que encanta,
Beleza
Que fascina,
E faz bem

No olhar 
Um espelho 
Que reflete o amor
Do pai o carinho
Da mãe o instinto protetor
Coralina
Coralinda
Coração aberto 
Seja sempre bem vinda

sexta-feira, 24 de novembro de 2017

Black Friday no Futebol

Se você não tem bom humor...
Nem leia.
“Black Friday” 
Os personagens do futebol falam sobre esta data importante para o comércio.
Muricy
Essa ‘Bak Frad’ é boa, mas eu prefiro  ‘dibre’. E ‘bak’ pra mim é zagueiro. E não tenho tempo de ficar indo em lojinha não, aqui é trabalho, meu filho!
______
Andrés Sanchez
O ‘Curintia’ não precisa comprar nada não. Aqui os ‘estrangeiro’ que ‘quer’ comprar nossos ‘craque’. E tem outra, tenho trauma dessas ‘liquidação’, a gente ta pagando o carnê do estádio até hoje.
______
Leco
A “Black Friday” no São Paulo é outro nível. Aqui temos “Black Tuesday”, Black Wednesday”, Black Thursday”, “Black Saturday e “Black Sunday”. Só não temos “Black Monday”, porque o soberano não conhece segunda.
______
Modesto Roma
Aqui no Santos temos “Black Friday” desde muito tempo. Os meninos já são feitos para exportação. E aqui em Santos, a “Black Friday” é omelete de bacon, porque galinha participa e o porco se compromete. Mas a gente não é peixe? Fiquei confuso.
______
Maurício Galliotte
Fiquei sabendo que a “Black Friday” é um sucesso mundial. E se é mundial, o Palmeiras desconhece.
______
Marco Polo Del Nero
Eu adoro a “Black Friday”, amo comprar pela internet. Meu nome diz tudo, sou um bom navegador. E sem falar que odeio ter que viajar para fazer compras.
______
Muralha
Estou muito bravo, não consegui "pegar" nenhuma oferta da “Black Friday”.
******
______
Craque Neto
Essa “Breque Fraidi” aí é brincadeira. Diga-se de passagem. Quem inventou isso é um “oreiudo”. Um Zé Ruela. E vou dizer mais, essa data já está na marca do pênalti. Eu falei pênalti? É pênalti. Foi pênalti.
______
Tite
Vou dizer para ti e para tu. Agora eu só compro televisão. Aqui é “pau dentro”. Eu conheço a dimensão de uma “Black Friday”. É meritocracia.
______
Neymar
Eu acho que a “Black Friday” é... (choro e risos, choro e risos, choro e risos, choro e risos, choro e risos...)
_______
Casagrande
Tem que fazer contas para comprar na "Black Friday"?

quinta-feira, 9 de novembro de 2017

Minha Televisão Quer o William Waack

Acabei de publicar em minha coluna sobre televisão.
 
Tema único e texto curto. Não tem jeito, preciso falar. E vou falar.
 
Toda semana é assim, rede social criando heróis e vilões.
 
O vilão da moda é o William Waack, jornalista da Globo. Não, eu não odeio o apresentador e não acho correto o profissional ficar longe da telinha.
 
O público não pode ser castigado por causa de um comentário infeliz dele (fora do ar que acabou gravado). Pouco me importa o que ele acha ou pensa sobre pessoas que fazem barulho e atrapalham o seu link. Isso vale também para o José Mayer, que é um excelente ator e está fora do ar por um caso que o público não tem a ver. Eu quero qualidade na minha televisão.
 
Jamais vou xingar, humilhar, perseguir ou até mesmo ofender uma pessoa por uma falha (que o Waak processe quem fez isso). Posso um dia errar também e não quero sofrer assim. E outra, eu tenho educação. Sem falar que não julgo caráter dos outros por apenas uma frase dita por ela. Simples assim.
 
Acho bem bobo quando abro a internet e leio, “o escândalo envolvendo William Waack”. 
 
E quando acontece esse tipo de massacre nas redes sociais, percebo uma enorme hipocrisia em seres humanos que se consideram “perfeitos”. Sorte que o mundo lá fora é bem diferente das “redes sociais”.

E quem vai ser o vilão da semana que vem? Graças a Deus não sigo modinhas. E que tudo se resolva da melhor maneira possível. E que este bom jornalista volte ao trabalho o mais rápido possível.
 
E se decepcionei sua pessoa com este texto... Não posso fazer nada, eu não sou